Serra Talhada registra sete casos de estelionato em apenas cinco dias

0

O Balanço Policial do Farol de Notícias contabilizou pelo menos sete casos de estelionato e fraude contra serra-talhadenses dentro e fora de agências bancárias da cidade. A maioria dos crimes aconteceram na Caixa Econômica Federal dia após dia.

O primeiro registro na Delegacia de Polícia Civil local foi na manhã da última terça-feira (28), com uma senhora de 68 anos.

Ao chegar na agência bancária para sacar seu benefício, já na quinta-feira (30) descobriu que o valor de R$ 661 já havia sido sacado há dois dias em Campina Grande, na Paraíba. Os funcionários da Caixa orientaram a senhora, moradora da comunidade de Santana de Caiçarinha, a prestar queixa na DP.

O segundo caso ocorreu na quarta-feira (29), quando um jovem, de idade não informada, recebeu um telefonema afirmando que ele teria ganhado um prêmio.

O golpe alegava um sorteio da Caixa que a vítima teria sido contemplada no valor de R$ 3,5 mil. Para acessar o valor, os golpistas informaram que ele deveria depositar R$ 350 em uma conta do mesmo banco.

Ao concluir a operação, os estelionatários retornaram a ligação informando que se ele quisesse aumentar o prêmio para R$ 4 mil deveria depositar mais R$ 500. Só então a vítima desconfiou e procurou a polícia.

Outra idosa, de 63 anos, também foi alvo e perdeu o seu benefício. Na manhã do dia 29 chegou ao banco para pegar seu pagamento e foi informada que R$ 698 foi retirado da conta. Ela alegou que não foi ela quem realizou o saque. Os funcionários do banco acreditam que o seu cartão pode ter sido clonado.

O mesmo caso aconteceu com outra vítima, de 63 anos, que foi pegar seus proventos, cerca de R$ 690, na segunda-feira (27) e descobriu que o dinheiro havia sido sacado no sábado (25) em uma agência da Caixa de Arcoverde, no Sertão do Moxotó.

ESTELIONATÁRIO DE CARUARU

Uma jovem, de 24 anos, moradora do bairro AABB, descobriu um grande débito em seu nome. O valor de R$ 1090 referente a contratação de uma conta telefônica foi rastreada no bairro do Salgado, em Caruaru. Segundo a vítima, em depoimento a polícia, acredita que seus dados pessoais foram utilizados para gerar a fraude.

FINGINDO SER AGENTE DE SAÚDE

Três homens não identificados enganaram duas mulheres, uma de 49 anos e a outra de 89 anos, se passando por agentes de saúde no Sítio Travessa, na zona rural de Serra Talhada. Com a desculpa de que iriam vistoriar a casa, os suspeitos levaram cartões bancários e senhas das vítimas, além de R$ 800 em dinheiro que continha na casa.

SITE FANTASMA NA INTERNET

O último caso ocorreu através da internet com um serra-talhadense, de 20 anos, que tentou comprar uma bicicleta no valor de R$ 550. O rapaz pagou o produto através de um boleto bancário e manteve contato com supostos funcionários da empresa pelo WhatsApp.

Após a confirmação do pagamento o jovem não conseguiu mais contato com a empresa e foi pesquisá-la, descobrindo que o site é falso e que foi vítima de um golpe.

Redação Portal Jatobá

Via Farol de Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here