Justiça determina soltura de prefeito e vereador de Mata Grande; mas os dois são afastados dos cargos

0

Acusados de crimes contra a administração pública, o prefeito Erivaldo de Melo Lima (PP), conhecido como Mandu, e o vereador Joseval Antônio da Silva (PP), foram soltos do Sistema Prisional ontem, terça-feira (02). A decisão judicial foi assinada pelo desembargador Celyrio Adamastor no último domingo (31).

De acordo com o documento, a justiça ordena que o prefeito e o vereador usem tornozeleira eletrônica e que fossem afastados de suas funções políticas.

O advogado de defesa, Diego Mousinho, informou que vai recorrer da decisão judicial sobre o afastamento e o uso de tornozeleira eletrônica. “Estamos preparando a petição e aguardando para saber quem será o desembargador que vai ser o relator, pois o visto foi concedido em plantão. A partir daí, nós vamos direcioná-la ao mesmo”, afirmou.

Apesar do visto ter sido concedido no último dia 31 de dezembro, os acusados foram liberados hoje porque o Centro de Operações Penitenciárias (Copen), responsável pela monitoração eletrônica, estava em recesso.

O prefeito e o vereador foram presos durante uma operação do Grupo Estadual de Combate às Organizações Criminosas (Gecoc), deflagrada no último dia 24. Eles são suspeitos de integrar um esquema de pagamento de “mensalinho” para garantir a aprovação de projetos na Câmara de Vereadores.

Fonte: Pa4

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here