Após dez anos, funcionária de Clodovil afirma que estilista foi assassinado

1

A cozinheira do estilista e deputado federal Clodovil Hernandes, Renata Cândido Rodrigues, apareceu no Balanço Geral nesta segunda-feira (30) e fez uma revelação sobre a morte do ex-patrão. Até então, acreditava-se que um Acidente Vascular Cerebral havia tirado a vida de Clodovil, como apontou um laudo médico.

Renata, entretanto, afirmou ao vivo na Tv Record, que viu um rapaz no quarto de Clodovil minutos antes do corpo do estilista ter sido encontrado. Ela afirmou ainda que já havia visto este mesmo rapaz nos arredores da casa. Segundo ela, havia marcas de dedos no corpo de Clodovil, como se alguém tivesse tentado arrastá-lo.

O biógrafo que escreveu o livro de Clodovil, Carlos Minuano, afirmou que o estilista recebeu um dossiê sobre desvios milionários no gabinete. Quando iria demitir grande parte da equipe, apareceu morto:

“O Clodovil recebeu um dossiê, de uma assessora, comprovando desvio no gabinete, desvios milionários. O Clodovil ficou muito abalado com isso. Na segunda-feira ele iria exonerar praticamente toda a equipe. Mas ele morreu. A outra assessora de Ubatuba me disse que era pra tomar cuidado e seria melhor parar de falar disso”

Clodovil foi encontrado inconsciente e com sangramento em sua residência em março de 2009.

Fonte: Varela Notícias

1 COMENTÁRIO

  1. Essa Srª já disse isso há anos, ninguém quer prestar atenção nela não é agora essa noticia.
    Ela já disse que ele tinha galo na testa, manchas de sangue etc…
    A única novidade talvez hoje foi ela revelar as fotos eu não tinha visto antes, mais de resto tudo já foi dito.
    Autoridade apure isso ???

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here