Estado Islâmico pode tentar matar Papa Francisco no Egito no final deste mês

0

O Papa Francisco pode ser alvo de um atentado terrorista durante visita ao Egito no fim do mês. De acordo com o colunista do Estadão, Guga Chacra, o Grupo Estado Islâmico ou Daesh, e outras organizações radicais presentes no território egípcio já devem ter planos para o ataque.

Um dos problemas é que o Egito, comandado pelo autocrata Sissi, aliado dos EUA, não tem capacidade de proteger o Papa e um exemplo disso é a tentativa do governo de proteger os cristãos egípcios. No último domingo (10), mais de 40 cristãos coptas foram mortos em atentados do ISIS contra uma igreja no delta do Nilo e uma Catedral em Alexandria.

O Papa, no entanto, deve ir mesmo assim ao Egito mostrar solidariedade aos cristãos e ao Papa Copta Teodoro II, que quase foi morto em um dos ataques, e para dialogar com tradicionais autoridades islâmicas. Além disso, um dos agravantes é que Francisco se recusar a adotar algumas medidas de segurança, como na viagem ao Rio de Janeiro, por exemplo. 

O colunista afirma ainda que, se o Papa for morto no Egito, isso será o “golpe final” em qualquer esperança de tolerância religiosa ao redor do mundo. “O maior líder cristão morrer em um atentado cometido por jihadistas em uma nação majoritariamente islâmica terá reflexos por gerações na forma como católicos e cristãos em geral no Ocidente verão a comunidade muçulmana, ainda que um grupo terrorista, e não a religião, seja responsável. Francisco tem de cancelar esta viagem.”

Nesta segunda-feira (10), o Vaticano já informou nesta segunda que “não há dúvida de que o Santo Padre viajará ao Egito em 28 e 29 de abril”. 

Fonte: Folha Vitória

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here