Empresa que obrigou funcionários a implantarem chips anunciou que está chegando ao Brasil

0

Uma empresa anunciou que pretende iniciar operações comerciais no Brasil para vender a implantação de chips sob a pele no país. Essa mesma companhia havia chamado atenção do mundo ao revelar que estava impondo a seus funcionários o uso dos mecanismos.

 

A Three Square Market esteve no centro das manchetes da mídia ao redor do mundo por anunciar que estava implantando chips em seus funcionários, com a justificativa de substituir senhas, crachás, chaves e outras ferramentas de acesso a equipamentos eletrônicos. Agora, a empresa está planejando a chegada ao Brasil.

De acordo com informações da BBC Brasil, 61 dos 80 funcionários que trabalham na sede da empresa no estado de Wisconsin já receberam o implante do chip do tamanho de um grão de arroz sob a pele, entre os dedos polegar e indicador. Esse dispositivo funciona como um código de barras, que é detectado por leitores digitais e habilita o uso de equipamentos.

Com o chip, a empresa consegue saber quem é o funcionário e quais computadores, portas e documentos ele está abrindo. Além disso, os funcionários não precisam mais dos cartões de crédito na cantina da empresa, já que as informações estão cadastradas dos dispositivos implantados.

Agora, o CEO da empresa, Todd Westby, o foco é explorar o mercado brasileiro, já que supostamente existem companhias locais interessadas na tecnologia. “Dois hospitais brasileiros já nos procuraram querendo experimentar”, disse o executivo.

Sem citar nomes, “porque as negociações ainda estão em andamento”, Westby apenas esclareceu que um dos hospitais é sediado em São Paulo, e que os médicos se interessaram pela possibilidade de usar o chip em pacientes que têm doenças degenerativas, reunindo informações como prontuário, registro de medicamentos e outros detalhes.

“O Brasil será nosso próximo mercado. Sei que vocês também têm uma demanda muito grande no sistema penal”, diz o CEO, falando sobre uma possibilidade de substituir as tornozeleiras eletrônicas para presos com liberdade assistida. “Também estamos conversando com Espanha, Canadá, México e outros lugares”, acrescentou.

Com informações da Gospel+

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here